Vagas para estagiar na Central de Relacionamento com o Cidadão (CRC) estão abertas
22/09/2022 - 16:01

Estão abertas as inscrições para estágio na Central de Relacionamento com o Cidadão (CRC), um setor recém-criado na Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) que vai ampliar o acesso da população paranaense à justiça. Até o momento, o setor já recebeu 140 currículos, e a Assessoria de Projetos Especiais da DPE-PR, responsável pela CRC, reforça o convite para que estagiários(as) de Ensino Médio e de graduação em Direito (que estejam cursando os dois primeiros anos ou os quatro primeiros períodos do curso) se inscrevam para trabalhar no atendimento à população. A equipe da CRC, neste primeiro atendimento, realiza o acolhimento do usuário ou usuária, e após ouvir a sua narrativa, identifica a sua demanda, seja judicial ou extrajudicial; a competência da ação e, ao final, agenda a continuidade do atendimento no setor especializado correspondente. 

“É um trabalho muito importante, que vai conceder um acesso mais fácil e rápido à Defensoria. Além disso, a CRC vai padronizar o acesso da população a informações sobre os nossos serviços e, como o atendimento será remoto, a pessoa pode ter acesso [ao atendimento] em qualquer lugar, e marcar retorno, fazer o cadastro de primeiro atendimento”, afirma o coordenador da Assessoria de Projetos Especiais, o defensor público Matheus Munhoz. 

Atualmente, a Defensoria possui diferentes portas de entrada para os seus serviços, mas o principal deles é o primeiro atendimento presencial. Neste caso, o cidadão ou cidadã pode ir até a Defensoria para receber o primeiro atendimento. Em Curitiba, o horário é das 9h às 16h; no interior do estado, o primeiro atendimento é agendado pelo site ou, a depender da sede, por telefone e e-mail. No primeiro atendimento, o cidadão ou cidadã que necessita dos serviços da Defensoria é recebido para fazer um cadastro e fazer o primeiro relato da demanda. Neste momento, também são colhidas informações socioeconômicas para saber se a pessoa se enquadra no perfil de renda familiar de até três salários mínimos. 

Com a CRC, essa lógica vai mudar e será facilitada, já que a pessoa poderá fazer o primeiro atendimento de forma virtual pelo sistema Luna, um portal-cidadão para agendamento simplificado e ágil. Os(as) estagiários(as) passarão por um treinamento específico antes de começar o atendimento.

Após a capacitação, estarão do outro lado da tela do computador fazendo o atendimento. Caso falte alguma informação, serão orientados(as) a telefonar para o(a) usuário(a) da Defensoria para complementar o cadastro. É importante ressaltar que o CRC não excluirá, no momento, qualquer atendimento presencial. Ela é uma plataforma para aumentar a capacidade de atendimento da instituição. Num segundo momento, por meio da Luna, também será possível fazer acompanhamento do caso e enviar documentação. Esse sistema já é utilizado, com sucesso, pela Defensoria Pública do Tocantins. 

Para saber como fazer a inscrição para estágio na CRC, clique aqui.