• Flickr
  • Youtube

Defensoria

23/09/2021

DPE-PR realiza "IV Congresso Congresso Brasileiro de Atuação Interdisciplinar nas Defensorias Públicas

Na tarde desta quarta-feira (22/9), a Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) abriu o “IV Congresso Congresso Brasileiro de Atuação Interdisciplinar nas Defensorias Públicas", sendo o anfitrião do evento que tem como tema os “Desafios e perspectivas para a garantia de direitos fundamentais em contexto de pandemia e na atual conjuntura brasileira”.

O evento ainda acontece nesta quinta e sexta-feira (23 e 24/9) de forma remota, com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube. 

O objetivo do evento é de consolidar o trabalho interdisciplinar dentro das instituições de todo o país, trazendo o debate multidisciplinar, a qualificação do atendimento das Defensorias por meio do intercâmbio de experiências e práticas exitosas, a construção de um espaço de encontro de profissionais, pesquisadoras, pesquisadores e estudantes, além da construção de diretrizes básicas de atuação e contribuir para a estruturação das equipes interdisciplinares no âmbito nacional. 

Estavam presentes na mesa diretiva remotamente, o defensor público-geral do Estado do Paraná, Eduardo Abraão, o presidente da Escola da Defensoria Pública, Bruno Passadore, o coordenador de planejamento da instituição, Nicholas Moura e Silva, a ouvidora externa da Defensoria Pública, Karollyne Nascimento e a representante da comissão organizadora deste evento, Camylla Basso Franke Meneguzzo.

O DPG, Eduardo Abraão, realizou a abertura do congresso e celebrou a oportunidade de trazer o evento para o Paraná. “É um momento especial para as Defensorias Públicas do Brasil, é o IV congresso de nível nacional. É especial também para a Defensoria Pública do Estado do Paraná pela oportunidade de hospedar e organizar um evento como esse. É sempre importante essa busca de uma maior projeção e visibilidade da DPE-PR. Tenho certeza que essas oportunidades que são dadas a nível nacional vão contribuir bastante com o processo de afirmação da nossa instituição”.
A abertura também contou com a participação do professor doutor de Criminologia e Direito Penal da Graduação e Pós-graduação da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, Maurício Dieter, que palestrou sobre “Giro punitivo e identidades: o dilema ético das novas hipóteses de criminalização”.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.