• Flickr
  • Facebook
  • Youtube

Defensoria

30/03/2021

Com apoio da DPE-PR Apucarana terá Procuradoria da Mulher

A Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) em Apucarana, participou da sessão plenária que aprovou o projeto de resolução da Mesa Diretora da Câmara Municipal, promovendo a criação da Procuradoria da Mulher no âmbito do Poder Legislativo local.
Durante a aprovação do projeto, esteve presente a representante da DPE-PR na Comarca de Apucarana, Renata Duarte, que falou sobre a importância das mulheres terem uma Procuradoria para a defesa dos seus direitos e o combate a todos os tipos de violência.“Essa criação é mais uma rede de proteção para as mulheres do município. O objetivo é de cada vez mais incluir as mulheres em diversos espaços institucionais, de construir políticas públicas em defesa das mulheres e de garantir a aplicação da legislação que existe desde o âmbito internacional”, complementa Renata. 
 Essa é a 25ª Procuradoria instalada no estado do Paraná. A nova Procuradoria da Mulher de Apucarana será presidida pela vereadora Jossuela Pinheiro (PROS) e contará com a participação de outras mulheres que atuam no legislativo. O trabalho será realizado, também, por meio de parcerias feitas com a Defensoria Pública, a Secretaria Municipal da Mulher e mais outros órgãos públicos.

DPE-PR participa de projeto piloto no Paraná para incentivo de instalação de Procuradorias da Mulher nos municípios
O apoio à criação das Procuradorias da Mulher será estendido pelo Paraná. Para tanto, a DPE-PR está lançando, em parceria com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MFDH) e a Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa (ALEP),  um projeto que visa ampliar a criação de mais Procuradorias Municipais da Mulher. Por meio de um curso para vereadoras de todo o Estado, a DPE-PR e a Procuradoria da Mulher da Alep, incentivarão a adesão de parlamentares para exercerem o papel de procuradoras, mostrando a importância da função no combate à violência contra a mulher. Com o apoio do MMFDH a iniciativa poderá ter alcance nacional.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.