• Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • Youtube
  • Flicker

Defensoria

14/06/2019

DPE-PR libera membros, servidores e estagiários para assistirem os jogos da Copa do Mundo Feminina

O pedido tem como objetivo promover a consciência de igualdade de gênero.

 

Por meio de uma solicitação do Núcleo da Cidadania e Direitos Humanos (NUCIDH) e do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres (NUDEM), defensoras/es, servidoras/es e estagiárias/os da Defensoria Pública do Estado do Paraná foram autorizados a deixarem seus postos de trabalho durante os jogos da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

O pedido foi deferido pelo defensor público-geral, dr. Eduardo Abraão e tem como objetivo a a promoção da igualdade de gênero, interna e externamente, a fim de impactar na cultura machista ainda tão presente na sociedade e servir de exemplo aos cidadãos e às instituições públicas e privadas do país. “Se queremos construir uma sociedade livre de preconceitos e discriminações, temos que agir em todas as esferas, começar pela base”, conta a coordenadora do NUCIDH, dra. Cinthia Azevedo.

Confira um trecho da decisão:

"A Constituição Republicana de 1988 incumbiu à Defensoria Pública o dever de promover os direitos humanos e a defesa dos direitos individuais de coletivos de forma integral e gratuita aos necessitados.

Consequência lógica, cabe à instituição a promoção da igualdade de gênero, interna e externamente, a fim de impactar na cultura machista ainda tão presente na sociedade e servir de exemplo aos cidadãos e às instituições públicas e privadas do país.

O esporte, nas suas mais diversas modalidades, é uma das muitas formas de inclusão e promoção da igualdade de gênero. O Futebol feminino, por sua vez, de prática proibida até 1979, vem lutando há algumas décadas pela tão sonhada igualdade de tratamento no “país do futebol”.

Assim, não pode a Defensoria Pública, instituição garantidora dos direitos humanos, deixar de se posicionar a favor da igualdade de tratamento que é dispensada aos jogos da seleção brasileira de futebol masculina durante os jogos da Copa do Mundo."

Os jogos acontecem nos dias 13 e 18 de junho, às 13h e 16h, respectivamente, durante a primeira rodada e, no caso de classificação da seleção brasileira feminina nas rodadas seguintes, o expediente também será suspenso. Os membros da instituição poderão sair 15 minutos antes do início do jogo e deverão retornar 15 minutos depois. Para mais informações, acesse o despacho.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.