• Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • Youtube

Defensoria

09/03/2018

Defensor público-geral do Paraná participa de evento quanto a violência contra a mulher

No dia da mulher, quinta-feira (08), o evento “Todos por elas: viver sem violência no Paraná”, foi realizado no Teatro Sesc da Esquina em Curitiba, pela Secretaria de Estado da Saúde em parceria a Secretaria Municipal da Saúde e dos conselhos municipal e estadual. Reuniu cerca de 350 profissionais da área e da comunidade.

A conversa teve como foco principal debater sobre formas diferentes das análises nos casos de violência contra a mulher, com precisão nas informações para auxílio à vítima. Foi feito também um levantamento com os dados da violência de gênero e o Paraná caiu da terceira posição no ranking, para o 19º lugar.

O defensor público Eduardo Pião Ortiz Abraão esteve lá representando a Defensoria e destacou a importância deste evento, no enfrentamento contra a violência à mulher. “Mesmo diante de significativas melhorias, ainda estamos em um processo de conscientização social, onde devemos esclarecer, promover e defender o direito das mulheres todos os dias. Esta iniciativa da Secretaria da Saúde e de todas as entidades que neste dia promovem este debate, é importantíssimo para ajudar este processo”, afirma.

A secretária estadual da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, participou da solenidade e com a palavra afirmou: “Na população brasileira, somos 52% e, mesmo assim, não conseguimos ultrapassar alguns números”, e acrescentou. “A mulher tem que continuar trabalhando para conquistar seu lugar na sociedade. É direito de todas nós”.

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, afirmou que a política da mulher é construída em conjunto. “Ainda há muito a ser feito, mas temos que comemorar nossas conquistas. A mortalidade materno-infantil, por exemplo, diminuiu mais de 50% em sete anos”.

Caputo Neto enfatizou a importância da participação de diversos setores para dar força à proteção e valorização da mulher. “Não vamos resolver problemas da saúde só pelo viés da saúde pública. Nós nos unimos a outros setores do poder público e da sociedade pois a educação, a cultura, as oportunidades impactam no que diz respeito à saúde da mulher”, disse.

Além da participação do defensor-geral Eduardo Abraão e dos secretários de Estado, o evento contou com as presenças de Márcia Huçulak, secretária municipal de Saúde de Curitiba; Rosa Maria Godoy Serpa da Fonseca, presidente da Associação Brasileira de Enfermagem; Simone Peruzzo, Presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Paraná; Claudete Regianne, superintendente do Hospital de Clínicas da UFPR; Malu Gomes, representando os conselhos estadual e municipal da Saúde e o Juliano Gevaerd, superintendente de Atenção à Saúde, da Secretaria da Saúde.

Fonte: ASCOM / AEN

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.