• Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • Feed RSS

Defensoria

18/12/2017

Defensoria Pública do Estado do Paraná, através do NUCIDH, assina Protocolo de Intenções para Formação da Rede de Atenção a Casos de Violação de Direitos de LGBT.

Na tarde desta segunda-feira (18), a Defensoria Pública do Estado do Paraná, através do Núcleo da Cidadania e Direitos Humanos (NUCIDH), assinou o Protocolo de Intenções para Formação da Rede de Atenção a Casos de Violação de Direitos de LGBT.

O protocolo foi assinado pela coordenadora do NUCIDH, Cinthia Azevedo Santos, e contém uma série de iniciativas envolvendo outros órgãos governamentais como a Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (SEJU), Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP), Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria de Estado da Educação, Prefeitura de Curitiba, o Ministério Público do Estado do Paraná, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

O documento foi construído em conjunto com o Comitê de Acompanhamento da Política de Promoção e Defesa dos Direitos de LGBT do Estado do Paraná, criado pela SEJU.

Para a coordenadora do NUCIDH, a criação deste protocolo mostra a sensibilidade da SEJU com a efetivação dos direitos humanos da população paranaense. “Damos mais um passo contra a intolerância e demonstramos o compromisso com a criação de políticas públicas que valorizem as pessoas em sua plenitude e em suas diferenças”, declara Cinthia Azevedo Santos em seu pronunciamento no evento.

A cerimônia contou com a presença de grupos do movimento em prol da população LGBT, como o Dignidade, Marcela Prado e Afro LGBT.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.