• Twitter
  • Facebook
  • Flickr
  • Feed RSS

Defensoria

18/12/2017

DPPR acompanha a formatura de defensores e defensoras populares de Paranaguá

Foi realizada na terça-feira (12) a certificação dos cursos PROEJA-FIC do Instituto Federal do Paraná em Paranaguá (IFPR-Paranaguá). Foram diplomados alunos dos cursos de Agroecologia, Inclusão Digital e de Defensores e Defensoras Populares. Este último contou com a colaboração da DPPR.

O curso de Defensoria Popular foi realizado durante o ano de 2017 no campus do IFPR em Paranaguá. Ao longo do ano, foram abordados temas como violência doméstica e direito à educação, à saúde e à moradia, com a participação de outras autoridades, convidadas a falarem aos alunos. O defensor público Juliano Marold foi um dos colaboradores que também ministrou aulas para o curso, que teve como professores o coordenador geral PROEJA, Roberto Martins de Souza, a professora Cíntia Tortato e o defensor público Wisley Rodrigo dos Santos, com o apoio da estagiária Sandra Campos de Lima.

Esta foi a primeira turma de defensores populares formada com apoio da Defensoria Pública do Estado do Paraná. Os formandos foram homenageados com uma Menção Honrosa da Câmara Municipal de Vereadores, proposta pelo vereador Adriano Ramos.

“No curso, os alunos obtêm a formação continuada não pensando apenas no mercado de trabalho, mas também para o exercício da cidadania. O curso além de ser importante para eles, também é importante para a instituição, que está chegando a lugares em que ela não chega. Os alunos fizeram estágio na Defensoria em Paranaguá, formaram grupos de organização para a auto-gestão do curso e foram aos bairros de Paranaguá apresentar um determinado tema, como uma palestra sobre violência doméstica. Foi uma grande troca de experiências entre os alunos e professores que participaram”, avalia o defensor público Wisley dos Santos, um dos professores do curso.

“O curso foi muito gratificante, aprendi demais, até para mim mesma, para aprender a me defender. E vou levar adiante, para minha comunidade, para um amigo, para um vizinho... O que eu puder passar adiante de tudo o que eu aprendi, eu vou passar. É muito rico tudo isso, é muito bom!”, avaliou a aluna Selma Alves Leite.

Participaram da solenidade o defensor público Wisley Rodrigo dos Santos, o diretor do campus da IFPR em Paranaguá, Roberto Teixeira Alves, a coordenadora do PROEJA Agroecologia, professora Luciana Maestro Borges, e outras autoridades. Já há projetos para uma nova turma de defensores e defensoras populares para 2018, que deve contar com a colaboração do Núcleo da Cidadania e Direitos Humanos (NUCIDH) e da Defensoria Pública da União (DPU).

Formandos - Foram formados pelo curso de defensores e defensoras populares: Ana Marta Mendes de Paula Villamayor, Bruna Fernandes dos Santos, Daniela Alves da Silva, Eliciane Costa Cordeiro, Elisângela Martins dos Santos, Elizabeth Pires Mathias, Eveline Lopes da Silva, Glaucia Cristiane Alves, Janaina Castanho Squenine, Jenifer Freitas B. Marques, Josiane Constantino, Leonardo Alves da Silva, Lilian Cristina V. Pires, Marcielli Leite Santana, Mauri Marques Machado Correia, Mislene Cordeiro Alves, Rohana Paula H. Silva, Sandra Machado Martins, Selma Alves Leite e Vagner Roberto de Paula R. Vieira.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.