• Twitter
  • Facebook
  • Feed RSS

Defensoria

19/05/2017

Defensoria em Maringá resgata sua história com exposição de fotos

Em alusão ao Dia Nacional da Defensoria Pública e Dia do Defensor Público, comemorado neste 19 de maio, a Defensoria Pública em Maringá está promovendo uma exposição de fotos que contam um pouco da sua história. A implantação da instituição na cidade ocorreu em dezembro de 2013, após a nomeação de três defensores públicos aprovados no primeiro concurso da DPPR. No início, a sede funcionava junto ao Núcleo de Prática Jurídica da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e, até o primeiro trimestre de 2016, atendia somente demandas da área de execução penal, acompanhando o cumprimento da pena dos presos condenados.

Dentre os primeiros defensores que assumiram o cargo, apenas a atual coordenadora da sede, Adriana Shinmi, permanece na instituição. Em abril do ano passado, com a chegada dos defensores públicos Bruno Müller, Cecília Ferreira e Gilson Duarte de Oliveira, a Defensoria de Maringá estendeu sua atuação para as áreas de infância e juventude (cível e infracional) e família. Com isso, foi viabilizado o acesso à Justiça para mais pessoas que não têm condições financeiras para contratar um advogado. 

O campo de atuação da DPPR em Maringá se estendeu àqueles que necessitam da defesa de seus direitos e interesses em ações, por exemplo, de gratuidade de medicamentos para crianças e adolescentes, vagas em Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), ações de divórcio, pensão alimentícia, inventários, entre outras situações. Como resultado do trabalho desenvolvido, entre os meses de abril de 2016 e abril de 2017 a DPPR registrou 4.252 atendimentos jurídicos e 1.573 atendimentos psicossociais. É importante destacar ainda que para a defesa de adolescentes em conflito com a lei e de pessoas em cumprimento de pena, basta não ter advogado particular para que a Defensoria atue no caso. 

A sede local também teve o seu quadro de servidores ampliado. Atualmente, conta com cinco assessores jurídicos, quatro assistentes sociais, cinco psicólogos, cinco técnicos administrativos, quatro estagiários de ensino superior e um estagiário de ensino médio. Além da atuação judicial, através da equipe de assistentes sociais e psicólogos do Centro de Atendimento Multidisciplinar (CAM), a Defensoria em Maringá realiza intervenções extrajudiciais que visam à garantia de direitos e à promoção da cidadania. 

A Defensoria Pública do Paraná em Maringá fica na Avenida Colombo, nº 7.326, Zona 07. O atendimento ao público é de segunda a quinta-feira, das 12h às 17h. Mais informações pelo telefone (44) 3262-8447 ou então visite a página de atendimento da DPPR em Maringá.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.